Linfedema

em

Aleluia! Hoje finalmente me livrei da faixa que vinha cobrindo meu braço esquerdo por mais de quatro semanas e comecei a usar um tipo de braçadeira e luva de compressão feitas sob medida para manter o linfedema sob controle.

Como parte do tratamento contra o linfedema, tive que andar por 30 dias , quase 24 horas por dia, com o braço esquerdo enfaixado. O enfaixamento, composto de gaze coberta por uma camada de algodão que, por sua vez, era coberta por uma compressa elástica deixou meu braço pesado e com os movimentos limitados. Além disso, a pele sob o enfaixamento coçava horrores e, como as faixas cobriam parte da mão, até a metade dos dedos, diversas atividades e tarefas rotineiras como fazer comida, dar banho na Gabi ou simplesmente lavar as mãos depois de uma mijadinha ficaram seriamente afetadas.

Para fazer comida e dar banho na Gabi tive que usar uma luva de plástico. Depois das idas ao banheiro, lavava como podia a mão direita e na esquerda borrifava álcool para desinfetar.
Vestir e tirar o casaco de inverno se tornou uma luta e, para meu constrangimento, algumas vezes tive que pedir ajuda porque a manga ficava presa na mão coberta pela faixa tripla. Meu vestiário nas últimas semanas limitou-se a três camisetas e blusas cujas mangas eram largas o suficiente para dar espaço para meu braço engordado pela faixa. E as ondas de calor, que continuam me molestando, ficaram ainda mais desagradáveis no braço coberto pelo enfaixamento.

O tratamento incluiu também duas semanas com sessões diárias de fisioterapia, o que complicou bastante o dia-a-dia. Todo dia, antes ou depois do trabalho, fui à fisioterapeuta, onde tirava as faixas, tomava banho e recebia a massagem chamada drenagem linfática. Depois a fisioterapeuta me enfaixava. Nos finais de semana, eu mesma me enfaixava.

Toda essa novela era para ter durado duas semanas mas a entrega da braçadeira e da luva, que eu esperava iria demorar uma semana, levou três semanas para acontecer. Para não correr o risco de colocar todo o tratamento a perder, continuei usando o enfaixamento.
Pelo menos todo esse trabalho está dando bons resultados. O inchaço diminuiu bastante e é quase imperceptível. De qualquer maneira terei de continuar usando a braçadeira e a luva por mais um bom tempo para ter certeza que o linfedema está sob controle. Também tenho de aprender a viver com a possibilidade de o braço voltar a inchar e a tomar precauções para evitar que o linfedema aumente.

Aliás, um site em português com boa informação sobre o linfedema é vivacomlinfedema.com/

Anúncios

5 comentários Adicione o seu

  1. Oi Luciana,Obrigada por suas palavras e pelo conselho. Continuo usando a braçadeira uma ou duas vezes por semana, especialmente quando sei que farei muito esforço com o braço. Dei uma olhada no seu blog e tem mesmo informações interessante. Vou checar de vez sempre que der. Abraços, Margareth

    Curtir

  2. querida,sou fisioterapeuta especializada em oncologia e prevenção e tratamento do linfedema há 12 anos em brasilia.você está de parabens é uma vencedora,pois passou por monentos dificeis e saiu vencedora.mas sempre fique com a braçadeira e se começar a voltar a inchar procure logo sua fisioterapeuta,qualquer duvida ,sugestão ou apoio me procure contatos:61-33458997 lu.mm72@yahoo.com.br http//fisioterapiaoncologicaelinfedema.blogspot.com ,esse blog estou sempre atualizando e contando experiências e assuntos do seu interresse .bjs luciana martins

    Curtir

  3. Anonymous disse:

    Si tu fisioterapeuta dice que no vas a precisar "enfaixamento"…¡Estupendo!Eso quiere decir que tu brazo se mantiene muy bien y…¡No sabes que liberación no tener que hacerlo!Seguramente estás en un Grado I y,si lo cuidas bien y no hay complicaciones por alguna infección tipo Linfangitis o Erisipela,no tiene por qué empeorar.¿También cubre la Sanidad Pública el tratamiento de fisioterapia o debe de hacerse de forma privada? Es que muchas veces pienso que nos ha tocado una "enfermedad para ricos"Grande abraço

    Curtir

  4. Obrigada por seu comentário. Concordo que o preço da braçadeira é realmente muito alto. Felizmente, aqui na Dinamarca, tenho direito a duas braçadeiras por ano pagas pelo sistema público de saúde. Para mulheres pobres ou sem acesso a algum tipo de apoio público, não deve ser fácil viver com essa doença.Na verdade nem sei direito que grau (grado) de linfedema eu tenho, mas acho que é o mesmo que o seu. A minha fisioterapeuta acredita que eu não vá mais precisar do enfaixamento. Ela acha que o uso da braçadeira e massagens serão suficientes para controlar ou eliminar o inchaço do meu braço. Me messageio quase diarimente e estou indo à fisioterapeuta uma vez por mês e meu braço, embora pareça normal, ainda está um pouco inchado. Abrazos y buena e suerte.

    Curtir

  5. Anonymous disse:

    ¡Qué liberación!Entiendo perfectamente la sensación de la que hablas al liberarte de la "faixa".Yo también tango linfedema secundario tras Cáncer de Mama y una o dos veces al año recibo ese tipo de tratamiento intensivo.Encuentro algunos problemas con las "braçadeiras":-Que estén bien ajustadas a la medida y entregadas a tiempo al finalizar con la reducción del volumen del brazo despuén del tratamiento con DLM y "enfaixamento".-Que la compresión de la braçadeirase mantenga bien durante largo tiempo.Normalmente en 3-4 meses va perdiendo la compresión y para mantener bien el brazo hay que volver a hacer nueva braçadeira".-El precio de la braçadeira me parece alto para el poco tiempo que se mantiene en buenas condiciones.En mi caso el linfedema es severo,grado II,por eso además de la braçadeira durante el día,utilizo"enfaixamento"para dormir.Así intento mantener el volumen y mejorar la fibrosis.Si una se detiene un poco a pensar en ello,resulta a veces un poco complicado,un poco duro,tener tanta disciplina con los cuidados del linfedema…Por eso pienso que es mejor no pararse mucho a pensar en ello y aceptarlo como una parte más de nuestro estilo de vida en este "día a día de convivir con nuestro linfedema".¡Grande abraço!

    Curtir

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s