Louro sueco pode?

em
La Lora de abuelaaa!!

Durante minhas férias me mantive distante do noticiário dinamarquês, como sempre faço quando viajo ao Brasil. Por isso só descobri que o tal do Søren Pind havia sido nomeado novo ministro da Imigração depois que já havia voltado à Dinamarca. Reclamei com meu marido por ele não ter me contado a novidade. Afinal, havia sido vítima de uma pequena deslealdade já que ele sabe do horror que tenho ao dito político. Ele confessou rindo que não quis arriscar que eu decidisse ficar no Brasil depois de saber quem iria assumir a pasta responsável pela vida dos imigrantes na Dinamarca. Claro que a preocupação do meu marido era exagerada, mas a notícia foi mesmo difícil de engolir.

Pind assumiu o ministério depois da demissão de sua sucessora no ministério, Birthe Rønn Hornbech, que perdeu o posto por causa do escândalo dos jovens sem cidadania residentes na Dinamarca que tiveram seus pedidos de nacionalidade negados pelo governo, desrespeitando acordos internacionais.  Não adiantou a promessa feita por ela de enviar uma carta a todos os quase 500 jovens e adultos que ao longo de dez anos tiveram seus pedidos recusados convidando-os a submeter ao Ministério da Integração pedido de cidadania dinamarquesa. Semanas depois, mais precisamente no dia Internacional da Mulher, 8 de março, a ministra foi demitida.

A queda da ministra poderia ter sido recebida como um alívio e talvez sinal de que o governo pretendia tornar mais humana a política de imigração. Mas que nada. A nomeação de Søren Pind mostra que tudo continua na mesma.

Em seu primeiro dia como ministro, Pind foi logo dizendo que os imigrantes não devem ser integrados à sociedade dinamarquesa, mas sim assimilados por ela. No dia seguinte ele aprofundou: “Quando as pessoas vêm para a Dinamarca, há uma expectativa natural de que, naturalmente, elas vêm para se tornarem dinamarquesas e não para mudar a Dinamarca”.

Do jeito que a coisa está, começo a temer que, para continuar vivendo na Dinamarca, vou ter de passar a usar lentes de contato verdes e tingir o cabelo de louro sueco (perdão Dinamarca! Nunca vi “louro dinamarquês” nos produtos para tingimento).

Enhanced by Zemanta

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s