Alegria de pobre

em
Louisiana Museum Of Modern Art Humlebæk Denemarken
Jardim do Museu Louisiana. Image by FaceMePLS via Flickr

Conheço poucos que discordam que o clima na Dinamarca não é dos mais agradáveis. Há aqui um inverno que oficialmente dura três meses mas as temperaturas abaixo de zero podem ocorrer de outubro a abril e mesmo quando a primavera chega você não pode contar com tempo bom.

Oficialmente já estamos já primavera, mas na sexta e quinta-feira da semana passada vivi novamente o que é a pior amostra das condições meteorológicas neste pedaço do mundo. Uma ventania irritante e persistente começou na quinta e só acabou na sexta-feira. Na quinta, decidi sabiamente ir de carro para o trabalho. Na sexta, achando que aquele vento não podia continuar por tanto tempo, decidi ir pedalando. Na ida, o vento me cansou as pernas, na volta, tentou várias vezes e quase conseguiu me derrubar da bicicleta. À tarde o vento cresceu em fúria e se tornou uma verdadeira tempestade com velocidade que em alguns lugares de Copenhague chegou a 30 metros por segundo.

Depois de seis meses de temperaturas baixíssimas, muita neve e várias semanas com ruas congeladas, começa-se a ficar cansado de mal tempo e a paciência com as intempéries vai se esgotando.

Felizmente, depois da ventania da semana passada, tivemos um fim de semana e uma segunda-feira ensolarados, embora a temperatura tenha ficado por volta dos 15 graus. Meu marido achou ótimo. Eu, para não perder a fama de reclamona, achei que se a temperatura tivesse chegado aos 20, teria sido bem melhor.

Mas alegria de pobre dura mesmo pouco. Hoje os ventos voltaram, embora não tão fortes quanto na semana passada, e vieram acompanhados de chuva. Dá vontade de chorar, mas estou me segurando.

Vale então um conselho: se quiser visitar a Dinamarca, venha por causa do Hamlet, ou dos castelos, ou dos canais, ou das ruas para pedestres, ou da segurança, ou do Museu Louisiana, ou da cerveja, ou dos jardins, ou dos lagos, ou dos parques, ou dos pães integrais, ou dos cafés, ou do design escandinavo. Mas não venha atrás de bom tempo porque as estatísticas mostram que as chances de ficar decepcionado são bem grandes.

 

Enhanced by Zemanta
Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Carlos disse:

    Cara Margareth, gostei muito do seu post, mas pelo o que vc não gosta. Sou um carioca atípico, não gosto de calor e prefiro o frio. Mas para mim a temperatura ideal é por volta dos 5 º C. Detesto calor e adoro usar casacos…. para vc ver como realmente a raça humana é complicada… qdo se tem calor queremos o frio e qdo se tem o frio queremos o calor… No fundo acho que queremos tudo aquilo que não temos…!!! Hehehehe
    Tudo de bom para vc e sua família aí em Denmark, este belo país que tanto gosto!
    Abraços Carlos.

    Curtir

    1. Margareth Marmori disse:

      Oi Carlos,
      Obrigada pelo seu comentário. Nem há o que discutir, você está certo. Nunca estamos satisfeitos com o que temos. Um amigo que mora aqui discordou da minha reclamação contra o vento que ele, como windsurfista fanático que é, adora. Compreendo que o calor do Rio lhe incomode tanto mas continuo achando que um inverno que na prática dura de seis a sete meses é osso duro de roer. Algumas noites atrás, por exemplo, tivemos novamente temperaturas abaixo de zero e no norte da Jutlândia chegou a nevar! Mas por favor dê uma olhada no meu post mais recente onde destaco o quanto, na minha opinião, o tempo na Dinamarca também pode ser agradável, embora talvez um pouco quente demais para você. Hihihi! Tudo de bom para você também. Abraços primaveris, Margareth

      Curtir

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s