Colheita cultural

em
Foto: Jens Hemmel
Cena de "Stranden" (A Praia, em português) durante o Festival de Teatro para Jovens e Crianças, 2011, Dinamarca. Foto: Jens Hemmel

A chegada do outono me mostrou mais uma razão para dizer que as crianças dinamarquesas de hoje são bem mais afortunadas do que as de gerações passadas. As férias de outono, que geralmente caem na 42a semana do ano, eram antigamente conhecidas como férias das batatas porque nesse período as crianças eram dispensadas da escola para ajudar os pais na colheita da batata.

Atualmente, a colheita é outra. Diante das dezenas de atividades organizadas especialmente para elas, as crianças dinamarquesas têm a chance de fazer uma grande colheita cultural. Museus, parques de diversões, cinemas, teatros e outras instituições culturais e de entretenimento preparam um grande programa para atrair as crianças e suas famílias durante as férias.

Em Copenhague, um festival de teatro infantil para crianças de um ano e meio a dez anos de idade me chamou a atenção pela qualidade e variedade dos espetáculos. Entre os dias 15 e 21 de outubro, dez grupos dinamarqueses de teatro e um grupo croata fizeram a alegria da garotada em várias salas do bairro de Amager.

O evento de Amager é apenas um dos vários festivais de teatro que são organizados todos os anos na Dinamarca. Também em Copenhague, em maio, acontece o Festival da Primavera . Normalmente em abril é realizado, cada vez numa cidade diferente, o Festival de Teatro para Crianças e Jovens (Festival – Teater for børn & unge), que é o maior evento do tipo do país e provavelmente do mundo.

Em 2011 a cidade de Randers recebeu a quadragésima primeira edição anual do Festival, que teve público de 16.844 pessoas, 182 produções teatrais e 655 espetáculos. A entrada para as apresentações foi gratuita e o financiamento do festival ficou por conta da prefeitura de Randers e do Ministério da Cultura da Dinamarca, cada um desembolsando 2,2 milhões de coroas. Assim como acontece em eventos semelhantes na Dinamarca, a realização do festival só foi possível graças à participação de voluntários. Neste ano em Randers eles chegaram a 260 pessoas. A edição de 2012 já está marcada para acontecer entre 22 e 29 de abril na cidade de Ringsted.

É simplesmente invejável tanta organização e recursos dedicados à formação cultural do público infantil, o que sem dúvida faz da Dinamarca um exemplo a ser seguido.

Um video sobre o Festival de Teatro para Crianças e Jovens, em inglês

 

 

 

Anúncios

5 comentários Adicione o seu

  1. leonice disse:

    …A propósito: Que colheita, vil!!!!!!!!!

    Curtir

  2. leonice disse:

    Caramba! Só uma pergunta: Existe inveja boa? Se a resposta for SIM, então é essa que eu como artista estou sentindo agora. Adoraria participar de um grande festival desse porte. Mas estamos na pré- história do teatro infantil, juvenil, adulto, etc.. Não por falta de talentos, mas por falta de incentivo de todas as partes. Mas vou continuar acreditando e sonhando que um dia a “coisa” muda. Bjs.

    Curtir

    1. Não sei se existe inveja boa, Leonice, mas o exemplo dinamarquês deve ser seguido. Mas a coisa um dia muda sim. É preciso acreditar e trabalhar para isso. Bjs

      Curtir

  3. Márcia Marmori disse:

    Sinto que aqui em Brasília estamos “engatinhando” em relação ao teatro feito às crianças. Estamos pobres em atividades infantis decentes. Muitos espetáculos de teatro tratam as crianças como seres não pensantes. Isso me incomoda muito. Sinto-me muitas vezes também culpada, como artista, por não produzir espetáculos infantis que tenham qualidade. Como prezo sempre pela qualidade e, se por acaso algum trabalho não tenha qualidade, prefiro não participar. Pois me recuso a desrespeitar a inteligência da criança. Por outro lado, muitas vezes temos idéias excelentes e textos maravilhosos mas nos esbarramos na burocracia, na falta de apoio financeiro, material etc. Claro que aqui em Brasília estamos crescendo mas, ainda falta muito para conseguirmos atingir a qualidade e organização dos festivais dinamarqueses. Se a Dinamarca com 5 milhões e meio de habitantes, conseguiu no último festival um público de 16.844 pessoas, 182 produções teatrais e 655 espetáculos em apenas uma semana. O que o o Brasil poderia fazer então com 190 milhões de habitantes? Uau! Seria fantástico se conseguíssemos um festival aqui nessa mesma proporção!!!
    Bjs e adorei o texto Margareth.

    Márcia Marmori

    Curtir

    1. Obrigada pela leitura e comentários, Márcia. A qualidade das produções é realmente essencial e talvez seja esse o maior motivo do grande sucesso dos festivais daqui. Bjs

      Curtir

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s