Terra de festivais

Roskilde Festival 2006
Roskilde Festival 2006 (Foto de Torstein Haldorsen/Wikipedia)

Dinamarquês adora festival. Quando digo festivais, não me refiro apenas aos dedicados à música. Aqui tem festival para quase tudo, dos temas usuais, como música e cinema, a pipas, frutos do mar e jardinagem. Ao planejar uma visita à Dinamarca, pode ser uma boa ideia tentar combiná-la com a ida a um festival, que é sempre uma grande oportunidade para conviver com dinamarqueses e, em alguns casos, aproveitar preços favoráveis por boas atracões culturais.

No campo das atracões musicais, na primeira semana de julho, marcando o início das férias de verão, o Festival de Roskilde é um dos maiores eventos do gênero no norte da Europa. Cerca de 200 bandas se apresentam nos quatro dias do festival, que já tem mais de 30 anos de história, e é realizado graças ao trabalho voluntário de mais de 20 mil pessoas.

Para quem prefere sons mais suaves, o Festival de Jazz, em Copenhague, também em julho, é uma boa alternativa. Se estiver louco para ouvir jazz em Copenhague e não der para vir no verão, tente o Festival de Inverno de Jazz,  que esquenta os dias frios de fevereiro.

Na onda que faz da Dinamarca um dos lugares mais interessantes para uma boa refeição atualmente, festivais gastronômicos também são uma ótima pedida. Já em sua oitava edicão, o Copenhagen Cooking, o maior festival nórdico de gastronomia, acontece em agosto e se repete, em versão menor, em fevereiro. Restaurantes de alto nível abaixam os preços e abrem as portas a quem quiser provar a culinária escandinava. Este ano, a cidade de Aarhus lança a primeira edição de seu Food Festival, que ambiciona se tornar ainda maior do que o evento de Copenhague. É o que eu chamo de competição gostosa.

Uma grande opção no final do ano é a Noite da Cultura (Kulturnat), que desde 1993 sempre acontece na noite da sexta-feira anterior às férias de outono. Nessa noite, organizações governamentais e não governamentais, instituições culturais e de ensino, estabelecimentos comerciais e os mais diversos provedores de serviços mantêm as portas abertas ao público até a meia-noite oferecendo uma gama enorme de atividades como visitas guiadas, palestras, exposições e espetáculos.

Uma pesquisa rápida no site do VisitDenmark dá uma pequena amostra  da variedade de opções. Essa lista ampla inclui festivais de comida orgânica e carros antigos.  No mesmo site encontrei uma boa lista (infelizmente, só em dinamarquês) de festivais gastronômicos e feiras de produtos alimentícios na Dinamarca.

Mais dicas no Explorando a Dinamarca 

Enhanced by Zemanta
Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. leonice disse:

    Margareth, tô ficando com água na boca e um desejo de conhecer todos os festivais.

    Curtir

  2. Márcia Marmori disse:

    Hummm… Adorei, quero ir a todos os festivais vezes!!! Ótimas dicas.

    Curtir

    1. Obrigada, Márcia, e volte sempre.

      Curtir

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s