Sobre esse tal de “hygge”

Em um daqueles nem sempre fáceis caminhos de volta para Copenhague, na livraria do aeroporto de Lisboa, dou de cara com um, não, com dois livros em português que celebram a onda feel good/autoajuda do momento: o “hygge”. Palavra dinamarquesa que, como o cafuné brasileiro, não teria tradução em outros idiomas, hygge é uma sensação que…

Ilusão

Tenho me sentido incapaz de escrever nas últimas semanas. Anos atrás, minhas tragédias pessoais serviram de combustível para minha vontade e capacidade de escrever, mas o atual drama político brasileiro, no lugar que chamo e sempre chamarei de casa, me choca, entristece e emudece. Tudo sobre o que quero escrever é insignificante e sem importância…

Quando não somos bem-vindos

Hoje fui pedalando os seis, sete quilômetros que me separam do centro de Copenhague.  O dia estava fresco e ensolarado e a pedalada foi uma ótima mudança depois de longos dias de trabalho em frente ao computador. No caminho, uma visão desagradável: cartazes da campanha publicitária mais recente do Partido do Povo Dinamarquês (DF). Para…

Minha vida de marciana

No voo de volta da minha viagem mais recente ao Brasil, assisti ao filme ”The Martian” que eu traduziria literalmente como “O Marciano” em vez de “Perdido em Marte”, como foi feito no Brasil. Gostei do filme e o que mais me inquietou nele foi tentar me ver naquela situação de isolamento, solidão e falta…

Já é Natal, ufa!

Estamos a mais de um mês para o 25 de dezembro, mas já estou me sentindo como se hoje fosse 26 de dezembro. É que, na Dinamarca, o Natal chegou há mais de um mês. Estávamos na terceira semana de outubro quando quinquilharias natalinas começaram a aparecer em lojas e supermercados dinamarqueses. Uma amiga que…

Para que os refugiados continuem bem-vindos

Neste fim de semana fui à demonstração no centro de Copenhague que reuniu mais de 30 mil pessoas para dar boas-vindas aos refugiados. Antes de sair, me perguntei se realmente fazia sentido participar daquela manifestação e se o nome dela, “Refugees Welcome” (Bem-vindos refugiados), não seria um engodo. Nesses dias, o drama dos refugiados, principalmente…

Surpresas em um galinheiro

Além de aprender dinamarquês, há uma lista de coisas que provavelmente não aconteceriam na minha vida se eu não tivesse me mudado para a Dinamarca. Não estou falando, como já li em alguns blogs de brasileiros vivendo no exterior, de ocasionalmente pintar paredes ou rotineiramente lavar o vaso sanitário. Isso eu já fazia antes de…

Calafrios de imigrante na terra da paz e segurança

As últimas eleições parlamentares na Dinamarca aconteceram há mais de um mês, mas ainda me lembro da sensação que tive na manhã seguinte à votação, quando já estava clara a vitória dos partidos de liberais e de direita. Antes de sair de casa me veio um pequeno calafrio na nuca e uma dúvida meio idiota…

Eleições na Dinamarca e o medo que dá

Na escola da minha filha, num bairro no noroeste de Copenhague, alguém espalhou a notícia de que se o liberal Lars Løkke Rasmussen se tornasse o novo primeiro da Dinamarca, todos os estrangeiros seriam expulsos do país. O boato a fez chorar e ela só se acalmou depois que, em casa, o pai dela e…

Imigrantes viram “material” de campanha na corrida por votos

Dias atrás, com a convocação das eleições parlamentares na Dinamarca, foi dada a largada para a disputa para ver quem é o político que, na caça desesperada por atenção e votos, ousa mais nos ataques a imigrantes e refugiados. O aquecimento para a “competição” começou há alguns meses e um exemplo curioso foi o “desabafo”…

Opinião pessoal

Algo que é extremamente irritante sobre ser uma mulher estrangeira num país como a Dinamarca é que algumas vezes é difícil avaliar se alguém fala com você algo que não faz sentido porque você é uma mulher ou porque você é uma imigrante ou simplesmente porque ele (geralmente se trata de um “ele”) não é…

A personal opinion

(A Portuguese translation of this text will come soon) A damn annoying thing about being a female foreigner in a country like Denmark is that sometimes it is difficult to judge if someone talks nonsense to you because you are a woman or because you are a migrant or simply because he (it is usually…